terça-feira, 13 de agosto de 2013

Mercado Nacional: Vôlei Amil tem nova jogadora no elenco


O mais novo reforço do Vôlei Amil para a temporada 2013/14 é exatamente isso: novo. Ou melhor, jovem. Com apenas 17 anos, a central Gabriela Martins Silva, a Gabi, é uma aposta do técnico Zé Roberto. A atleta, que se integrou à equipe na tarde de segunda-feira (12), chega direto do Campeonato Mundial Infanto-Juvenil da Tailândia, onde conquistou a medalha de bronze. E com direito ao maior número de pontos (13) na vitória por 3 sets a 0 sobre o Peru, dia 4 de agosto, na partida que definiu o terceiro lugar para a Seleção Brasileira.

A partir de agora, os objetivos de Gabi se ampliam à medida que ela inicia uma nova fase na carreira. 


- Mal posso acreditar que estou aqui. É um sonho! Quero aprender muito com cada uma das jogadoras e com a comissão técnica para realizar meu sonho de jogar uma partida da Superliga junto com elas - afirma. Além de ajudar o Vôlei Amil na luta pelos títulos da Copa São Paulo, Campeonato Paulista e Superliga, a jovem meio-de-rede pretende ir ainda mais longe na carreira a médio e longo prazo.

Para Gabi, chegar a um time de alto nível como o Vôlei Amil é o primeiro passo para atingir seu maior objetivo: ser campeã olímpica. 


- Tendo grandes jogadoras ao meu lado, vou me espelhar nelas e trabalhar duro para alcançá-las. Ter grandes craques ao meu lado é um motivo para aumentar minha motivação - diz a central, lembrando as novas companheiras como Walewska, Tandara, Natália, Carol Gattaz, entre outras - Espero adquirir experiência, aprender tudo que eu puder com elas e me tornar uma grande atleta - completa.

Gabriela revela ter sentido um frio na barriga quando ficou sabendo do interesse do Vôlei Amil.


- O contato foi por meio do meu técnico Mauricio Thomas na Seleção Brasileira Infanto-Juvenil. Quando recebi a notícia, fiquei muito emocionada, pois é a oportunidade da minha vida e também a grande e sonhada chance de ajudar minha família. Acredito que com a minha dedicação e com o trabalho desse grande técnico que é o José Roberto Guimarães, terei muitas oportunidades no mundo do vôlei - conta.

Nova experiência - Apesar de ter disputado torneios inclusive no exterior, essa é a primeira vez que a menina natural de Varginha, no sul de Minas Gerais, vai morar longe de casa. Mas ela e a família estão tranquilas por contar com toda a estrutura do Vôlei Amil. Gabriela começou a jogar vôlei aos 11 anos, em uma escolinha de esporte (SEMEL). Logo depois foi chamada para fazer parte do time da cidade e com 13 anos já disputava campeonatos da região. Antes de aceitar o convite do Vôlei Amil, integrava a equipe de São Gonçalo do Sapucaí, no Umuarama Clube.

A primeira convocação para Seleção Brasileira Infanto-Juvenil veio em 2012, ano em que participou da campanha da medalha de prata no Sul-Americano. Neste ano, além do bronze no Mundial, conquistou o título da Copa Pan-Americana Sub-18 com a camisa do Brasil.

Gabriela se define como - uma atleta esforçada e disciplinada, que tenta sempre buscar seu melhor, além e ouvir os técnicos para corrigir todos os erros. Fora das quadras, a jovem atleta revela um estilo de vida simples e saudável. 


- Gosto de ficar com minha família. Ir em restaurante, cinema, pizzaria com minhas amigas. Curtir uma praia. E praticar minha fé, indo à missa e ajudando minha paróquia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário